Menos doutores, mais intelectuais

O que é um intelectual? Qual a sua responsabilidade perante o seu país e o mundo?

Segundo Sartre, um intelectual é alguém que se intromete no que não lhe diz respeito e que pretende contestar o conjunto das verdades existentes e as condutas inspiradas nessas verdades, em nome de uma conceção global do Homem e da sociedade. É um homem-contradição, um ser dividido entre a ideologia particularista e o universalismo. Como exemplo paradigmático nos dá o físico que constrói a bomba atómica, cientista nesta sua tarefa e intelectual na contestação que faz a essa construção.

Assim, temos, de um lado, os tecnocratas, intelectuais que, como o nome indica, usam o intelecto com vista a bem servirem a ideologia instituída, e do outro cidadãos que, munidos da força do pensamento e do espírito, têm como missão a prossecução da causa da liberdade, paz, justiça e compaixão.

Deste último grupo, a que chamo de “puro”, temos como exemplo o “Manifesto dos Intelectuais” produzido pelos dreyfusistas, numa acérrima defesa da justiça em confronto com a autoridade e o poder que levaram à incriminação do oficial francês Dreyfus.

É esta liberdade de pensamento e autonomia nas ações o maior sinal de inteligência de um intelectual, transcendente a percursos académicos e notas curriculares, numa prevalência do “ser” sobre o “parecer”. São estas as características que devem reger os líderes e os governantes, os homens a as mulheres que nos conduzem. São estas, pois, as características que deveríamos ver refletidas nas pessoas que elegemos, bem como nas que são nomeadas por aqueles em que depositámos a nossa confiança. Engenheiros e doutores, precisamos deles, mas nada obriga a que todos estejam concentrados nos cargos governativos. Basta, apenas, que mostrem amplas capacidades de exercício de responsabilidade moral.

Por isso, não se vislumbra no nosso país e no mundo a necessidade ampla de doutores, mas sim de intelectuais, seres privilegiados na capacidade da retidão e da transparência.


Be first to comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.