Thriller nórdico aquece noite na Velha-a-Branca

Lisbeth Salander. Este é o nome da mais carismática personagem de “Homens que odeiam as mulheres”, em exibição hoje à noite na Velha-a-Branca. O thriller do autor nórdico Stiege Larsson é o primeiro da triologia Millennium e transformou-se num sucesso de vendas por todo o mundo.

Mikael Blomkvist é um jornalista de meia-idade, divorciado, que tem passado a sua vida a denunciar a corrupção do mundo dos negócios de Estocolmo na sua revista Millennium. Quando Henrik Vanger, um poderoso empresário, o convida para um trabalho de investigação, Mikael tem nas mãos material irrecusável. Mas para sua surpresa descobre que, desta vez, esse material não tem nada a ver com escândalos financeiros, mas com o desaparecimento da sobrinha do empresário, Harriet, 36 anos antes, num encontro de família. Com a ajuda da sua nova e rebelde parceira, Lisbeth Salander, uma hacker de alto nível com problemas de comportamento social, irão desvendar muitos segredos da família de Henrik, até então escondidos na penumbra.

Seja para ver ou rever, “Os homens que odeiam as mulheres” é uma obra que, não fazendo justiça ao livro, constituí um puzzle sombrio que se vai revelando de forma inteligente ao espectador. Lisbeth Salander é o anti-heroína que o realizador David Fincher revela como imprevisível e vulnerável, mas também agressiva e calculista. Só pela sua prestação já valeria a pena ver o filme, mas há muito mais a descobrir, a partir das 22H00, na Velha-a-Branca. Passem por lá.

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0

Be first to comment