“Reticências” na Sala do Mosaico no Museu D. Diogo de Sousa

Podemos afirmar que os trabalhos de Teresa Lopes da Costa tem sido uma surpresa e apaixonado o público, ganhando admiradores e coleccionadores dentro e fora do país.

“A pintura, como forma de expressão, manifestou-se em mim há cerca de dois anos.Com a crescente paixão pela pintura, o meu olhar pela arte ampliou-se, Hoje sinto que a energia da paixão é muito forte e liga-se à alma, nas suas variadas formas de expressão.

O equilíbrio humano passa pela razão mas, também, pelo fluir das emoções e dos sentimentos. Se vivermos somente uma metade dessa unidade, somos incompletos e dependentes da outra metade que, ainda não experimentámos, Sei que é um caminho longo, que passa obrigatoriamente pelos outros e pelo mundo mas que me leva ao encontro de mim mesma”
TERESA

Cada vez mais envolvida nas suas produções , a artista vê com grande entusiasmo o seu futuro e abraça cada desafio que lhe vai sendo proposto. Com essa vontade de enfrentar novos projectos Teresa Costa  expõe em Braga, no museu D. Diogo de Sousa até ao próximo dia 31 de Agosto.


.

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0

Be first to comment