Projectos independentes animam Noite Branca

Para além do cartaz oficial com os nomes mais sonantes já aqui divulgados, a Noite Branca conta ainda com uma série de interessantes projectos que complementam a animação cultural da cidade. Haverá comércio de rua, exposições de arte, música interactiva e muitas outras novidades. Não faltam por isso boas e variadas razões para sair a aproveitar a noite mais longa de Braga. Aqui fica o programa completo:

frumbles-site
MEET THE FRUMBLES & LIVE BAND
// ESPAÇO JANELA ADENTRO
// 17.00 ÀS 18.00 I 19.00 ÀS 20.00 I 21.00 ÀS 22.00
Inovadora instalação interativa em que o experienciador é convidado a conduzir uma orquestra de musicalidade duvidosa constituída por “monstros” robóticos e uma banda ao vivo.

ponto-a-ponto
PONTO A PONTO ENCHE A CIÊNCIA O ESPAÇO
// ESTABELECIMENTO COMERCIAL TRICOTS BRANCAL – RUA DE SÃO MARCOS 81
// 19.00 ÀS 07.00
Recriação de um recife de corais em croché que relaciona a Biologia com a Matemática. A instalação em causa existe numa perspectiva de “work in progress” e está aberta à colaboração de todos os interessados.

bragan-urban-market-site

BRAGA URBAN MARKET
// AVENIDA CENTRAL
// 14.00 ÀS 22.00
O BUM – Braga Urban Market é um mercado para compra, venda e troca de artigos em segunda mão. Possui um historial de sucesso que conta já com 19 edições em espaços cedidos e indicados pela Câmara Municipal e algumas outras edições em eventos promovidos e /ou apoiados pela Câmara Municipal de Braga como o Ponte Party People, a Noite Branca 2013 ou até o espaço GNRation.

Programa
Dj Retroboy – 14h às 18h
Dj Xicoo – 18h às 22h

mercado-muito-mais

MERCADO MUITO +
// LARGO CARLOS AMARANTE
// 15.00 ÀS 00.00
A criatividade urbana ancorada num espaço público, o Largo Carlos Amarante, quer enquanto recurso simbólico de identidade local, quer como lugar de exposição, de confronto de ideias e práticas. A metáfora da “porta”, que deverá estar sempre aberta para que seja permitida a comunicação e a interação, assume particular significado neste evento, que pretende a união de sinergias, cultura, empreendedores, arte e inovação.

Música Ambiente
// 16.00 – Hélder Castrejo
// 18.00 – Miguel Macedo
// 21.00 – Fábio Gomes
Concerto
// 22.00 – Wolfgangus – Escola de Música de Mozart
Teatro de Rua
// 15.30 – As Piratas Perdidas
Criação e interpretação Joana Soares e Joana Sousa – Varazim Teatro
// 15.00 ÀS 19.00 – Break Dance by Bboy Hercules
// 15.00 ÀS 19.00 – Demonstração Turntable & Scratch – DJ Pierre
Street Art by Sean e convidados
– Espaço Muito+Zen Telma Silva – Massagem Terapêutica, Shiatsu, Hidrolinfa
– Espaço Onda Magna Surf School – Surf Balance. Skate Surf

sleepover

SLEEPOVER
// VELHA-A-BRANCA
// 19.00 ÀS 03.00
SLEEPOVER é uma ocasião em que uma ou mais pessoas são convidadas a passar a noite na casa de um anfitrião, geralmente após uma festa de aniversário ou outra celebração especial. A casa é a da Velha-a-Branca; o anfitrião é Rogério Nuno Costa. Mas não vai haver nem festa de aniversário nem celebração especial. Neste sleepover chamado SLEEPOVER, vamos poder dormir ao lado de Warhol, jogar xadrez com Duchamp, fazer amor com Emin, escrever cartas ao Vila-Matas, ouvir o Cage a falar, mandar calar a Marina, tomar chá com Beckett, comer cupcakes com Benjamin, jogar às escondidas com o van Sant e ao bate-pé com o von Trier. E desaparecer com Walser também. A preguiça é o novo avant-garde e dormir é a melhor vingança. Ou o sono como anúncio do fim: SLEEP. OVER. Tragam a escova de dentes.

shair

GALERIA SHAIR
// RUA DO RAIO
// PERMANENTE

A shair inaugura no próximo dia 13 de setembro a sua 5ª exposição de arte emergente, um evento que coincide com a realização da já incontornável noite em branco na cidade de Braga, iniciativa à qual o projeto shair se associa. Entre as 15h e as 02h, a galeria emergentes dst, na Rua do Raio, desafia os visitantes a conhecer os trabalhos de novos artistas, com música non-stop. Desta forma, o projeto shair prossegue a sua estratégia de apoio a diferentes manifestações artísticas.

A quinta exposição da shair apresenta ao público 61 obras, da autoria de 30 artistas emergentes. A composição desta nova mostra foi determinada pela votação dos cerca de 6000 utilizadores atuais da plataforma online (www.shairproject.com), e pelo júri convidado deste mês, João Louro, referência contemporânea das artes plásticas. Com exposições individuais em locais como o ‘Museo d’Art Contemporanea Roma (MACRO)’, a ‘Fundació Joan Miró’, a Fundação Serralves ou a Cristina Guerra Contemporary Art, o amplamente reconhecido artista plástico acedeu ao desafio da shair, juntando-se assim ao painel de jurados já conceituados no mercado artístico que tem vindo a apoiar o projeto.

Nesta edição, em exibição até ao dia 15 de Novembro, a composição apresenta um equilíbrio de tonalidades e uma abrangente variedade de estilos, num misto de obras de cariz abstrato com trabalhos mais figurativos. A partir de dia 23 de Setembro será também possível visitar na galeria emergentes dst os 20 trabalhos finalistas d’ ‘O Grande Prémio de Fotografia EMERGENTES DST’, um prémio que visa distinguir com um incentivo monetário o melhor portfólio de fotografia contemporânea de 2014.

Com um total de cerca de 2500 obras submetidas, da autoria de mais de 500 artistas, a shair tem visto a sua notoriedade aumentar, situação comprovada pela crescente abrangência geográfica quer dos artistas que se registam na plataforma, quer dos compradores que têm procurado os serviços e obras adjacentes ao projeto.

Criada com o propósito de impulsionar a divulgação, exposição e comercialização do trabalho de artistas emergentes, a shair tem procurado desenvolver um espaço partilhado, acessível a todos, que permita aos novos artistas começar a ser notados.

 


Be first to comment