O mundo muda mas a tradição mantém-se

Esta sexta -feira trouxe a Braga uma exposição que muitos estavam à espera. “Farricocos e Fogaréus ” foi o nome escolhido nesta parceria entre Município de Braga e a Comissão das Solenidades da Semana Santa que mostra o trabalho de vários profissionais da cidade.

 São mais de 50 imagens daquele que é um dos marcos da semana Santa. Imagens com tradição , cheias de força e que contam histórias.
semana santa 3
“Farricocos e Fograréus ” são daquelas exposições que nos fazem gostar ainda mais da cidade, do que é nosso e que gostamos de partilhar com os outros, com uma vaidade muito própria. Esta tarde abrimos portas, ao lado daquela que é a porta da cidade, a todos que sentirem vontade de conhecer o  tesouro que o Museu da Imagem vai ter até dia 3 de Abril.
A cidade prepara-se para a semana mais envolvente do ano. Sussurro que parece dizer-nos para aproveitarmos muito toda a tradição e paz que ela nos traz. E é o que temos feito. A nossa natureza , o nosso orgulho pela cidade  está escrita em cada imagem desta exposição. Estamos atentos, temos uma fé que é só nossa.
semana santa 2
Para Lídia Dias, vereadora da Cultura do Município de Braga, a Semana Santa, sendo um dos momentos mais marcantes do nosso calendário anual, “é portadora de elementos iconográficos pertencentes ao imaginário colectivo Bracarense com especial destaque para o farricoco. Decidimos patentear e explicar o seu fundamento e as diferentes matrizes da sua representação, partindo não apenas dos registos fotográficos presentes nos arquivos históricos, mas focando-nos nos reflexos prestados pela contemporaneidade”, referiu.
O presidente da Comissão da Semana Santa, Cónego Luís Miguel Rodrigues falou da importância pedagógica da exposição que “ajuda a cimentar e a consolidar o farricoco como figura emblemática da Semana Santa e da Cidade de Braga”.
semana santa 4
Um imagem vale mais que mil palavras. Foi e será sempre assim. O mundo pode mudar, mas há coisas que são só nossas, que fazem parte. O mundo pode mudar à vontade, que Braga continuará a ser tradição. Os Farricocos continuarão a sair à rua, descalços. Haverá multidões e toda a expectativa que antecedem a hora de os ver passar.
E assim se continua a contar uma história que faz parte de cada um de nós . Guarda-a para nunca esqueceres esta consistência única. O resto da alegria acontece por si. O mundo que mude à vontade.

 

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0

Be first to comment