Município quer “Desmistificar o preconceito que existe relativamente à musica filarmónica”

Entre os mais variados géneros musicais ainda há músicos apaixonados por aquilo que fazem e sem qualquer tipo de preconceito. Na conferência de imprensa do III Concurso de Bandas Filarmónicas de Braga, realizada hoje no Coreto da Avenida Central em Braga, a vereadora da Cultura, Lídia Dias referiu que: “O concurso de bandas teve e tem na sua génese o objetivo de valorizar e dar a conhecer a música filarmónica e o trabalho de qualidade e o trabalho do intenso contributo que as bandas filarmónicas e todas as associações fazem na sua comunidade aquilo que diz respeito à formação de músicos, à promoção cultural e ao trabalho ao nível musical. Cada uma com a sua história e a sua particular identidade, o concurso das bandas tenciona ser o barómetro onde estas vão constatar o seu nível artístico. Para nós é também uma forma o concurso de bandas de desmistificar o preconceito que existe relativamente à música filarmónica.” sublinhou a vereadora da cultura.

concursoRui Ferreira, presidente da associação de festas de S. João recorda que a presença das bandas filarmónicas são o prato principal da casa: “De facto as bandas filarmónicas são fundamentais para as festas populares, aliás é uma das fontes principais das receitas das festas e das próprias bandas. É necessário preservar o que é nosso. É um orgulho que as bandas rurais tenham um caminho longínquo em pequenos e grandes palcos. É fundamental e, portanto, apoiar as bandas filarmónicas promovê-las da lhes lugar e espaço nos eventos que organizamos é obviamente importante para o desenvolvimento da cultura em muitos lugares e as festas de são João continuam a ser palco de bandas filarmónicas, de muitas bandas filarmónicas.” 2016 não passa em branco, é um ano de algumas mudanças. No III Concurso de Bandas Filarmónicas de Braga algumas regras mudaram. Este ano, além dos 3 primeiros classificados que se mantêm, foram criados mais 3 prémios. Outra mudança é a constituição do júri do concurso, que deixa de ser nomeado diretamente pelas bandas e passa a ser constituído por 5 personalidades com aptidão reconhecida na área da música. O concurso deixou de ser um concurso definitivamente de bandas de Braga e passa a ser um concurso de bandas de todo o país e até estrangeiros, ficando reservado somente uma cota de 6 lugares para as bandas do nosso distrito. Carlos Teixeira, que é talvez, um dos maiores dinamizadores deste concurso de bandas deixa o incentivo a todas as comissões de festas: “Eu gostava em nome da comissão organizadora de lançar novamente este desafio ás comissões de festas de romarias do Minho que venham ao concurso, venham ouvir as bandas.” A cidade Braga abre as portas ao III Concurso de Bandas Filarmónicas de Braga nos dias 26 e 27 de novembro, no auditório do Parque de Exposições. É uma iniciativa organizada pelo Município de Braga com o apoio do InvestBraga, Conservatório Calouste Gulbenkian e Associação de festas de S. João de Braga. As inscrições podem ser feitas a partir de hoje, através de correio eletrónico (consultar regulamento) até ao dia 30 de setembro. É um evento artístico, aberto a todo o público interessado e com entrada livre.

Para mais informações consulte o regulamento do concurso e a ficha de inscrição.


Be first to comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.