“Mediterrâneo”: Todos precisamos de um..

O Valter Lobo ensina-nos que é preciso acreditar. A esquecer o calor do verão, a ternura da Primavera, a fazer as pazes com o Inverno, e faz, agora, com que nos apaixonemos pelo Outono. O Valter tem uma balança emocional especial. É equilibrado. Soube esperar e aceitar que este que agora chega, podia demorar. Um bonito amor que dá pelo nome de “Mediterrâneo”, que conquista e que não sai do nosso ouvido e da nossa mente. Está lá todo o coração.

valter-lobo-mediterra%cc%82neo

Num sítio escondido bem longe da confusão, onde a saudade e a inspiração se entrelaçam, umas mãos e um coração se juntaram para nos fazer felizes. Um jovem cantautor, nas noites serenas de verão teve a sua guitarra como companheira e o mar em sua direcção.

O Valter Lobo está de volta, vem juntar-se a este povo, tinha contas com a vida e veio salda-las com um trabalho novo. Este é um plano que veio para ficar. Deixa de ser o ponto de partida e passa a ser o ponto de chegada. Um lugar onde sentimos com uma exatidão precisa que era isto que faltava ao cancioneiro português.

“Mediterrâneo” puxa-nos para si. Suga-nos sem que consigamos lutar. E ainda bem que assim o é. Bendita viagem entre o mar salgado e as pedras que nos aquecem os pés e a alma.

Valter Lobo volta de alma lavada…


Be first to comment