Uma máquina do tempo no Museu da Imagem

Entrar, por estes dias, no Museu da Imagem é, sobretudo para quem vive e ama a cidade de Braga, embarcar numa viagem no tempo. Logo à entrada uma velha imagem do Arco da Porta Nova convida-nos a encontrar as marcas que o tempo não apagou, a deliciarmo-nos com os trajes da época, explorar os mais ínfimos detalhes das gentes e ruas e imaginar como seria a vida na cidade dos arcebispos há mais de um século.

A exposição “Do Campo à Praça” está inserida no ciclo “Braga e o Tempo” e compreende uma série de cinco mostras expositivas pensadas a partir dos arquivos das Casas Aliança e Pelicano e cujo objectivo é o estudo e preservação da memória da cidade. A inauguração ocorrida no passado Sábado contou com a presença presença de Rui Ferreira, Pedro Alpoim, Lídia Dias, Miguel Bandeira e Sílvia Faria.

Não perca, até dia 3 de Junho, a oportunidade de viajar no tempo e explorar, do campo à praça, cada recanto do passado da cidade que tanto amamos.

 

Share on Facebook42Tweet about this on TwitterShare on Google+0

Be first to comment