Flumenfest: a cultura do encontro chega a Braga em Março

De 3 a 8 de Março Braga acolherá o Flumenfest, o primeiro Festival internacional de Cinema do Minho. A iniciativa que conta com o apoio do município é da responsabilidade do Auditório Vita e tem como objectivo “promover a reflexão sobre a cultura do encontro e da hospitalidade através do cinema de excelência e independente”.

Das 500 obras a concurso foram escolhidas seis longas metragens e 30 curtas, onde se incluem algumas produções nacionais:

Lista de longas-metragens seleccionadas:

  • About Twelve de Martín Shanly (Alemanha)
  • Happiness… Promised Land de Laurent Hasse (França)
  • A Mãe e o Mar de Gonçalo Tocha (Portugal)
  • Le temps de quelques jours de Nicolas Gayrault (França)
  • Brother de Teona and Thierry Grenade (França)
  • Pohang Harbor de Mo Hyun-shin (Coreia do Sul)

Lista de curtas-metragens seleccionadas:

  • Papel de Natal de José Miguel Ribeiro (Portugal)
  • Chicharon de Rina Tsou (Ilha Formosa)
  • On Mondays de 40 Children (Belgica)
  • Big Willow de Jared Katsiane (Estados Unidos)
  • The Mass of Men de Gabriel Gauchet (Reino Unido)
  • The Way things Are de Guy Nemesh (Israel)
  • Junk Girl de Mohammad Zare (Irão)
  • The Swing de Damien Dunne (Irlanda)
  • You Were not There de Agatha Ioana Paltinel (Romenia)
  • The Bigger Picture de Daisy Jacobs (Reino Unido)
  • 7 Dreams de Alex Capatoiu (Romenia)
  • Luminita (Portugal)
  • Avant que de tout perdre de Xavier Legrand (França)
  • 3 Semanas em Dezembro de Laura Gonçalves (Portugal)
  • Sisters de Lea Vidakovic (Singapura)
  • Pena Fria de Luis Costa (Portugal)
  • Filhas da Lua de Mauro Almeida Cabral & Fränk Muno (Luxemburgo)
  • Anejo de María Cristina Pérez (Colombia)
  • Mother Earth de Piotr Zlotorowicz (Polónia)
  • Washingtonia de Konstantina Kotzamani (Grécia)

Este festival conta com a coordenação de Marc Monteiro, director do Auditório Vita, e Inês Gil, professora de Cinema e realizadora, tendo como parceiros institucionais o Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura e o Município de Braga, que vai apoiar financeiramente o evento.

flumenfest conferencia apresentacao festivalA Vereadora da Cultura, Lídia Dias, marcou presença na conferência de imprensa de lançamento deste festival, sublinhando a importância deste evento no âmbito da «formação de públicos» e «envolvimento das instituições de ensino sediadas no município», já que as películas serão exibidas em várias escolas da região.

«Esta é uma iniciativa inédita, que queremos apoiar e valorizar, e que reforça particularmente a centralidade cultural de Braga na região em que se insere», sublinhou.

«Além desta parceria, iniciamos recentemente a colaboração com o Fast-Forward, organizado pela Velha-a-Branca, e vamos ainda arrancar com uma parceria institucional com o Cine Clube Aurélio da Paz dos Reis», prosseguiu a vereadora da Cultura, recordando que o Município de Braga não possuía qualquer iniciativa associada ao cinema no seu plano de actividades.

Além do programa cinematográfico, estão agendados dois concertos de música rock a realizar na TOCA, bem como exposições de vídeo de arte contemporânea. Existem cinco prémios associados ao certame que serão atribuídos aos melhores filmes em exibição.

O festival Flumenfest decorre de 3 a 8 de Março no Auditório Vita e a entrada para as sessões é livre.

 


Be first to comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.