Feira do Livro de Braga recorda “Verão quente de 75”

Foi há 40 anos. Portugal experimentava o sabor agridoce da democracia, arrancado a ferros com a revolução dos cravos. Foram tempos de tumulto e desordem, com uma nação a dar, cambaleante, os seus primeiros passos em território desconhecido. Sociedade civil, forças armadas e governo protagonizaram diversas situações de confronto ideológico, com cada uma a lutar pelos seus interesses, o que acabou por despoletar algumas situações mais violentas com ataques a sedes de partidos. O cenário de guerra civil esteve eminente, mas não chegou a acontecer.

Foi a pensar na importância deste período conturbado, mas marcante da nossa história que os responsáveis da Feira do Livro de Braga resolveram prestar homenagem escolhendo-o como tema para a edição deste ano. “14 autores que publicaram obras sobre este período estarão presentes, o que constitui um atractivo para a feira”, referiu Humberto Carlos, da InvestBraga. Adelino Gomes, Otelo Saraiva de Carvalho, Maria do Rosário Carneiro e Célia Pedroso serão alguns dos presentes. Em paralelo ao programa cultural, estão previstos também 7 concertos, a decorrer na Av. Central e no Theatro Circo.

lidia_feira 02Com um crescimento estimado de 40% (numero de expositores, editoras e receita), a edição deste ano conta a presença de 95% das editoras nacionais, o que, segundo Humberto Carlos da InvestBraga, permite acreditar que “os expositores fiquem satisfeitos e regressem no ano seguinte, pois é esse o objectivo”.

lidia dias feira livro bragaCom 17 dias de duração, a Feira do Livro de Braga volta a acontecer na Av. Central, pois “este é um lugar catalisador da vida cultural da cidade”, referiu Lídia Dias, vereadora da cultura. O Theatro Circo, a zona das arcadas e a biblioteca de jardim (recentemente requalificada) serão alguns dos outros locais que acolherão concertos, tertúlias e actividades para o público infanto-juvenil. O grande prémio de literatura dst foi também referido como um dos momentos marcantes do certame, a ocorrer dia 3 de Julho, no Theatro Circo. A vereadora destacou ainda outros eventos, tais como um acampamento nocturno destinado aos mais novos, uma exposição de ilustração na Casa dos Crivos, o percurso literário “à descoberta de Braga” e a presença de diversos ilustradores e autores, o que, aliado à restante programação musical (Valter Lobo, Rita Red Shoes, Márcia) constituí uma oferta “variada e eclética” com eventos para todos os públicos.

O programa completo da Feira do Livro de Braga 2015 pode ser consultado aqui.

Share on Facebook108Tweet about this on TwitterShare on Google+0

Be first to comment