Dança orgânica na Velha-a-branca

O mês de Agosto traz novas surpresas a quem visitar a cidade de Braga, na Velha-a-Branca terá uma noite diferente. A dança orgânica estará presente já no próximo sábado no início de uma noite que promete.

Pele e cores. não cores quaisquer. as cores da Terra misturadas com a pele em movimento. esfregar, espalhar, aplicar, pintar, borrar, delinear, deixar rastro pelo caminho que os movimentos fazem. proposta cinetico-ilustrativa. observar o resultado tendo assistido ao percurso. na dança como na vida.

Um projecto inspirado em Tony Orrico.

Performers
Paula Rodriguez
(terapeuta e artista expressiva)
Somos de tudo um pouco, por isso venho caminhando pelo sabor do vento adquirindo, assim, experiência e formação curricular com alguns trabalhos criados e recriados desde as artes à cura.

Helena Moniz
(performer e dançarina contemporânea)
O ponto de partida é sempre o clown, na sua honestidade crua. O seu trabalho é intuivo e processa-se através de uma “mastigação” dos ambientes externos e internos, num jogo constante de perda e recuperação identitária: o performer como espelho do mundo.

Sábado. 9 de Agosto pelas 22h30 na Velha a Branca


Be first to comment