Constelação de estrelas na Noite Branca 2017

A música no verão entra na nossa vida de uma maneira diferente. É nas noites quentes e longas que percebemos e sentimos o simples. As noites de verão convidam-nos a deixar em casa as queixas e que nos perseguem nos dias frios de inverno.

Em Braga, em Setembro, as primeiras noites serão inadiáveis, tais como os acordes que se farão ouvir no maior palco de Braga. Em Braga, em Setembro, dia 1 e 2 serão dias, tardes e noites que convidam ao melhor que uma cidade dá. Em Braga, a música será a personagem principal daquele que é um dos maiores capítulos que a cidade tem vindo a escrever. Música no mês último de verão, música e actividades culturais que teimam em nos arrastar para a estação mais especial de todas. Aquela de onde nunca queremos sair e pedimos, ao som de boa música para que volte rápido.

 

A par dos concertos no Palco Principal e no Palco gnration, o programa da Noite Branca 2017 inclui instalações, performances inovadoras, actividades para toda a família e muita animação de rua.

Para o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, a Noite Branca será mais um momento de ´grande projecção e exaltação cultural´ da Cidade. “Neste evento procuramos projectar a imagem de uma Cidade jovem, com energia e de uma Cidade com capacidade de acolher espectáculos de grande projecção nacional e internacional”, referiu o Autarca durante a apresentação da Noite Branca 2017, que teve lugar hoje, 10 de Julho, no Museu dos Biscainhos.

Mantendo-se fiel ao seu conceito original, a Noite Branca de Braga afirma-se como um ponto de contacto privilegiado da população com os diversos equipamentos culturais da Cidade, que durante os três dias terão um horário mais alargado e propostas para todos os gostos.

“Em qualquer ponto da Cidade será possível encontrar um projecto, uma instalação relacionados com os Laboratórios de Verão e com o Concurso Artístico da Noite Branca que este ano estão muito orientados para a dimensão de Media Arts por força da nossa Candidatura a Cidade Criativa da Unesco”, acrescentou Ricardo Rio.

Também a vereadora Sameiro Araújo salientou o facto da Noite Branca constituir-se como um “factor aglutinador e de mobilização da Juventude”. “Com os Laboratórios de Verão e com o Concurso Artístico contribuímos para qualificar a experiência que é propiciada a quem participa na Noite Branca e, ao mesmo tempo, incentivamos os artistas a conceber manifestações e projectos de qualidade, que representem uma mais-valia para a programação”, sustentou a vereadora.

No que se refere ao cartaz musical, o palco principal, localizado na Praça do Município, recebe na Sexta-feira, dia 1 de Setembro, as actuações de Mariza e Áurea. Já no Sábado, dia 2, será a vez de Seu Jorge, Mayra Andrade & Orquestra Jazz de Matosinhos e Dj Ride. No Domingo, dia 3, o palco principal contará com as actuações de Daniel Pereira Cristo e da Orquestra de Paus e Cordas.

O gnration volta a ter palco na Noite Branca de Braga e apresenta um cartaz com a melhor música nacional e internacional. Pelo palco, instalado na Avenida Central, vão passar Orelha Negra e Osso, no dia 1, e Factory Floor, Evian Christ e Niagara, no dia 2.

Para esta edição, são esperadas mais de 300 mil pessoas, estando a ser preparado um plano de mobilidade em articulação com os Transportes Urbanos de Braga e com a CP – Comboios de Portugal.

A Noite Branca 2017 é uma oportunidade única de todos se envolverem na construção da Cidade e das suas vivências, pelo que o Município desafia moradores, trabalhadores, empresários, empresas e visitantes a participarem, vindo para as ruas, aderindo às iniciativas e, em alguns casos mesmo, participando no programa e ajudando a garantir um leque de propostas o mais abrangente possível.

Mais informações sobre a Noite Branca 2017 podem ser consultadas através do site http://noitebrancabraga.com/

Share on Facebook38Tweet about this on TwitterShare on Google+0

Be first to comment