As “Josefinas” são arte nos pés …

O Theatro Circo abriu as portas para receber as  “Josefinas“. A marca portuguesa que está nas bocas do mundo e nos pés de mulheres nos 4 cantos do planeta, entrou no Theatro Circo pelos pés da sua Filipa Júlio, a mulher que criou as sabrinas mais bonitas do mundo é uma artista, uma sonhadora com a garra de uma verdadeira mulher do norte.

A mais recente edição especial da marca foi inspirada numa das mais carismáticas mulheres da história: Audrey Hepburn, e foi no palco dos sonhos, no mais belo e mais icónico teatro português, que elas brilharam pela primeira vez no vídeo promocional que a equipa das “Josefinas” elaborou com o glamour e paixão do costume.

 Para Filipa, este sonho é o seu laço do lado esquerdo do peito, o seu rosto ilumina-se cada vez que uma nova ideia surge, faz o que ama e ama o que faz…e assim, tudo faz sentido!
Filipa Júlio
“Eu decidi, desde muito cedo, apenas aceitar a vida incondicionalmente. Eu nunca esperei que ela fizesse nada especial por mim, apesar de eu conseguir alcançar muito mais do que cheguei a imaginar. Na maioria das vezes essas coisas só aconteceram sem que eu procurasse por elas.” Audrey Hepburn

Filipa, quem era a avó Josefina?

A Josefina é a minha avó materna. Por ela sinto um amor transcendente e uma grande admiração. Era ela quem me levava ao ballet em criança e foi ela que inspirou o meu caminho em direção à paixão e à persistência. Quando criei as Josefinas senti que só fazia sentido homenagear a minha avó dando o seu nome à marca que acabara de nascer.

 A marca “Josefinas” são já um sucesso, um ícone na moda das portuguesas. Poderão as Josefinas ajudar as mulheres portuguesas a trilhar o seu caminho para o sucesso?

O meu sonho e propósito é inspirar o caminho de qualquer mulher. Não importa a nacionalidade, não importa de onde vem. Onde te levam as tuas Josefinas? Até onde quiseres!

sabrinas

Como se desenrola todo o processo. Como nascem as ideias e as pões em prática?

Procuro inspiração em tudo que me rodeia, mas acima de tudo sou inspirada por mulheres fortes, bondosas e carismáticas. Comecei 2016 com o lançamento de duas edições dedicadas a estas mulheres: a edição Mulher Dragão, dedicada a todas as mulheres que diariamente lutam pelo seus sonhos, e a edição Audrey, uma homenagem à talentosa e humana Audrey Hepburn.

Esta marca consegue fazer qualquer mulher viajar a cada passo, desde as 1001 noites a Roma e passar por Paris já percorremos milhares de quilómetros e de histórias. A cultura, desde a dança ao teatro, passando pela pintura também vos inspira?

Sem dúvida. As sabrinas Josefinas são uma inspiração do meu passado de bailarina. Quis recuperar essa dedicação e persistência das bailarinas para a força da mulher na caminhada da sua vida.

maos

Achas que é possível os jovens portugueses viverem de um sonho tal como tu?

Sem qualquer dúvida. Como dizia Audrey Hepburn: “Nothing is impossible. The word itself says ‘I’m possible’”.

Pisaste o palco do Theatro Circo…Sentiste a inspiração para umas novas Josefinas?

Quem sabe (risos).

O que te fez querer estar em Braga? O que te diz esta cidade …

Sou natural de Vila Nova de Gaia, mas tenho um enorme carinho por Braga. Além de acolher a minha família Josefinas, a beleza da cidade e a força das mulheres bracarenses é incrível.

Para que lugar caminham as “Josefinas”?

Para o mundo…


Be first to comment