ART-MAP Pensar Barroco convida a ver a arte com outros olhos

Borges defendia que “a arte deve ser como um espelho que nos mostra o próprio rosto”. Sendo Braga uma cidade marcada indelevelmente pelo período barroco, de 22 de Julho e 9 de Setembro há um oportunidade única para nos olharmos no reflexo de 270 obras de arte ( pinturas, esculturas, instalações, fotografia e vídeo arte, arte sonora e livros) de artistas que foram desafiados a criar peças inspiradas no conceito do barroco e nas diferentes formas que este pode assumir na contemporaneidade.

O ART-MAP Pensar Barroco é um projeto artístico que visa mapear Portugal com arte. Anualmente organiza exposições de arte contemporânea de grande escala em diferentes cidades, convidando artistas portugueses e estrangeiros, conhecidos e emergentes, para fascinar-se com a autenticidade das localidades, viver a história e expor nas melhores galerias. Coube desta vez a nove edifícios históricos da cidade de Braga albergar as obras de 80 artistas que representam 21 países, incluindo, além da UE, Israel, Índia, Dubai, EUA, Cuba, Canadá, Brasil e Costa Rica. Entre eles, estão artistas portugueses e artistas já conhecidos de Braga: Alberto Vieira, Carlos Araújo, Carlos Teixeira, Patrícia Ferreira, Costa Araújo.

Este Festival-Roteiro das Artes convida para, orientando-se pelo mapa, num dia, visitar nove espaços no centro da cidade e usufruir da exposição da arte contemporânea, organizada com curadoria de Madina Ziganshina. Veja algumas das obras que pode encontrar:

Share on Facebook26Tweet about this on TwitterShare on Google+0

Be first to comment