Aos que nunca perdem a ousadia de serem verdadeiramente felizes

Aos que acreditaram que seria sempre possível. Aos que nos fazem sorrir a cada pirueta. Aqueles a quem a dança tem que agradecer por lhe serem  infinitamente fieis . Apaixonados. Sinceros e cheios de força. Tantos e tantos tombos até aqui chegarem. Corpos cobertos de vida. De energia. Há momentos que mudam histórias de vida. Há momentos que são as histórias de uma vida. Momentos bonitos. De sorte. De merecida conquista. Do eterno agradecimento. À arte. À dança. À cultura. Faltam as palmas, faltam palavras suficientes. Difícil esta arte de exprimir o que lhes preenche o  peito…

Hoje, a Ent`Artes quis devolver à dança um bocadinho de tudo o que esta lhe tem dado. Alegria. Muita alegria. Sorrisos rasgados e olhos postos num futuro onde o querer é a palavra que brota todos os dias. Fazer tudo. Fazer sempre mais e melhor. Errar. Cair e reaprender. Voltar atrás sem vergonha de mudar a rota.

Uma família chamada Ent`Artes que indica a cada um que por lá passa o caminho certo. Um lugar com pessoas que têm uma luz especial. Uns braços sempre abertos para ajudar os seus a carregar os sonhos. O de um dia subir a um palco especial. O nosso. O da nossa cidade. O Theatro Circo. Hoje foi o dia. Um palco de braços abertos para todos eles, com um cheiro especial de vitória. Hoje. Tantas pessoas os esperavam. Eles esperavam ser esperados. Mereciam.

“Paris, início do Século XX. Num soalheiro jardim, as horas passam lentamente… entre livros, conversas acompanhadas por um chá e brincadeiras das crianças. Os dias repetem-se até que uma novidade leva as senhoras a deixarem tudo para trás! Os ardinas irrompem pelo jardim, as parangonas anunciam a invenção do cinematógrafo!

No estúdio de cinema, o realizador procura uma fonte de inspiração para o seu próximo filme. Os candidatos aos castings acotovelam-se, mas no meio de todos eles há uma diva que ofusca os demais… Ao longo dos tempos, muitos foram os êxitos com que as telas do cinema nos brindaram. Para a posteridade ficam incontáveis galãs e divas que nos fizeram chorar e rir. Neste espetáculo, a dança inspira-se na Sétima Arte e presta-lhe a sua homenagem”.


1 Comment

  • Responder Janeiro 13, 2017

    Diana Patrícia Dias Brito Silva

    A ent’artes, têm sido muito mais do que uma escola…. tornou-se o nosso segundo lar…. Encontramos a verdadeira alegria pelo mundo do espetáculo… Alegria de viver e partilhar um sorriso com cada pessoa com que nos cruzamos… Não existem palavras para descrever o que todos tem feito pelos nossos filhos…!
    Obrigada por nos receberem sempre de braços abertos….

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.