A Trovoada dança-se no desencontro dos corpos

Um relâmpago. Um trovão. Dois elementos encarnados pela dança do bailarino e coreógrafo Luís Guerra e pelo piano de Joana Gama. Em palco, celebra-se o desencontro dos corpos, numa estética que se poderia assemelhar a um filme mudo. O virtuosismo e rigor técnico do som debitado por Joana em contraste absoluto com a indiferença cambaleante do corpo de Luís, como se cosmos e caos se confrontassem numa batalha épica.

Inserido no ciclo “A Dança dança-se com os pés”, Trovoada é um ballet em dois actos sem intervalo para ser interpretado por um relâmpago e um trovão. Esta peça articula o universo estético do coreógrafo e bailarino Luís Guerra com duas composições musicais originais – uma criada por Ulrich Estreich (música eletrónica) e outra composta por João Godinho para ser interpretada ao vivo pela pianista Joana Gama.
“A rapidez e a concisão do estilo agrada porque apresenta à alma um amontoado de ideias simultâneas, sucedendo-se com tanta rapidez que parecem simultâneas, e fazem a alma ondular numa tal abundância de pensamentos, ou de imagens e sensações espirituais, que ou não consegue abraçá-las todas de uma vez nem plenamente cada uma delas, ou não tem tempo de ficar ociosa e vazia de sensações…” (in “Seis propostas para o próximo milénio” de Italo Calvino).

Coreografia e interpretação: Luís Guerra | Interpretação ao piano: Joana Gama | Música: Ulrich Estreich (música electrónica) e João Godinho (música para piano) | Desenho de luz e direção técnica: José Iglésias | Fotografia “mosca”: Eduardo Brito | Figurinos: Aleksandar Protic | Produção executiva: Mafalda Miranda Jacinto | Produção: Bomba Suicida | Apoio: Fundação Calouste Gulbenkian | Residências artísticas: Teatro Viriato, O Espaço do Tempo, Alkantara

 

Luis GuerraEm paralelo ao espectáculo vai ainda decorrer um workshop com o coreógrafo Luís Guerra, cujas inscrições podem ser feitas até hoje, às 18.00:

Para esta masterclass, dirigida a profissionais ou estudantes de dança, Luís Guerra propõe uma abordagem às várias fases coreográficas do espectáculo ‘Trovoada’. Após o aquecimento, os participantes são desafiados a aprender excertos da peça que se caracterizam pela precisão e rapidez do movimento. O trabalho coreográfico de Luís Guerra faz uma aproximação ao universo das artes marciais no sentido em que exige elevada precisão de movimento e concentração mental.

16 Maio | sábado | 14h30 | 7,5€
Local de funcionamento: Backstage – Escola de Dança e Artes Performativas
Duração: 5 horas
Inscrições e informações: bilheteira do Theatro Circo, 253 203 800 ou sara.barbosa@theatrocirco.com.


Be first to comment