À prova de BALLA

Por estas noites, chega a Braga uma banda com mais de 15 anos. Chega com noites de Primavera, das que nos preenchem o tempo. E muito e sempre, o tempo da noite. A de hoje, no Theatro Circo. Merecemos cada acorde , cada letra envolvida numa sonoridade espantosa dos Balla. Não vale a pena resistir a este espectáculo. Cada pauta de cada ensaio, parece impossível melhorar. Neste livro de histórias que a banda construiu neste últimos anos a racionalidade e o talento é a maior arma que possuem.

balla 100
Balla é aquele projecto que mostra mais do músico Armando Teixeira. Um amor adolescente, com 16 anos. Nesta idade em que tudo é mágico Armando Teixeira pode relembrar um passado recheado de outros amores, desde a fundação dos Bizarra Locomotiva, aos Ik Mux, Boris Ex Machina, passando pelos Da Weasel, dos quais fez parte, até ao projeto Bullet.
Agora, anos passados, apresenta o seu álbum lançado em 2015  Arqueologia aqui em Braga. Bem perto dos devoradores de boa música. Um conjunto de canções pop “estragadas”, como o músico refere, onde se olha para o passado para criar uma música de hoje.balla 1

Na casa mãe da cultura bracarense, sábado do miolo de Maio, pelas 21h30 da noite. O público quer boa música. Há muitos aplausos a quererem saltar. Só porque eles são mesmo bons. As boas bandas não estão sozinhas no mundo, esperemos nós.


Be first to comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.