“A filosofia e as Artes”: O belo, o útil e o poderoso !

As boas ideias são preciosas. Verdadeiras armas de mudança para quem as carrega. Os locais são feitos de histórias, e foi a pensar em criar memórias e pensamentos que um dia nos ajudarão em algum momentos da nossa vida que o     Núcleo de Estudantes de Filosofia da Universidade do Minho (NEFILUM) organiza de quarta a sexta-feira, dias 27 a 29, as VII Jornadas de Filosofia, subordinadas ao tema “A filosofia e as Artes”. Esta iniciativa coloca frente a frente filósofos e artistas para discutir as diversas formas artísticas.

São estas iniciativas que dão vida a um espaço. Uma sala aparentemente sem alma irá transformar-se rapidamente num local cheio de ligações inexplicáveis.  Num programa que inclui palestras e painéis sobre cinema, literatura, poesia, música, pintura, teatro, dança, artes plásticas, fotografia, arquitetura, moda, banda desenhada, tatuagem e política, que contam com a visão de 28 filósofos e artistas de cada área é algo que ninguém pode perder. Ouvir. Pensar . Explicar-se bem, até. A começar já com o destaque para o escritor João Pedro Mésseder (dia 27, às 17h30), a estilista Elsa Barreto (dia 27, às 18h15), o arcebispo D. Jorge Ortiga (dia, 28, às 18h15), o fotógrafo Daniel Camacho (dia 29, às 14h00), o realizador António-Pedro Vasconcelos (dia 29, às 15h10), o músico Fernando Ribeiro, dos Moonspell (dia 29, às 16h40), entre outros.

Acontecem coisas boas em Braga. É fácil encontrar coisas que valem a pena. Basta procurar, avançar sem medo e arriscar, ouvir quem realmente tem algo para nos ensinar. Aprender com o que vem de dentro, deixar que nos fique na pele. Na interior. Na do pensamento…

Cartaz


Be first to comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.